Categorias: Buscar:
Detalhes do Produto


TECELAGEM DOS CONFLITOS DE CLASSE, A: NA CIDADE DAS CHAMINES
Autor: LOPES, JOSÉ SÉRGIO LEITE
Editora: EDU - UNB

Ficha Técnica

ISBN: 6812
Origem: Nacional
Ano Edição: 1988
Edição: 0
Formato: 14x21
Nº Paginas: 623
Idioma: PORTUGUES
Peso: 0

Sinopse

Este livro tem por objetivo examinar as características de uma forma de dominação específica, a existente nas situações de fábrica com vila operária, a partir da análise detalhada da formação de um grupo operário determinado, os operários têxteis da cidade de Paulista, em Pernambuco. O objetivo empírico estudado, além de seu interesse intrínseco próprio, é tratado como um "caso particular do possível" para a investigação do processo de constituição da identidade social de um grupo operário, a partir do qual pode-se levar adiante comparações com a experiência de outros grupos operários brasileiros ou de diferentes países. E é essa mesma iluminação recíproca entre o geral e o particular que sugere a expressão "cidade das chaminés", incluída no título do livro, referida simultaneamente a uma cidade industrial única, mas ao mesmo tempo designando um padrão mais geral de cidade, em que as chaminés subordinam a vida urbana. Mas se a expressão "cidade das chaminés" foi incluída no título deste livro para indicar como ele é marcado pela análise de uma forma determinada de dominação, também a "tecelagem dos conflitos de classe" aponta para a ênfase no estudo das contradições engendradas por aquela forma de cominação. A "tecelagem" indica não somente a produção têxtil que é a finalidade explícita da fábrica e da cidade que ela construiu em torno de si, mas também procura metaforicamente passar a idéia de processo ativo e de "construção" histórica e cultural, da parte dos grupos sociais em presença, a respeito dos conflitos sociais que têm aquela cidade por cenário. Ela evoca assim a idéia de "auto-construção" de um grupo social, de formação de uma identidade social por parte deste grupo operário. Mais ainda, ao sugerir a imagem de "teia", "trama", ou "imbricação", ela pretende apontar para a análise das múltiplas determinações que atingem os conflitos de classe no interior dos quais este grupo operário é protagonista. Desde as peculiaridades dos grupos sociais de origem das famílias de trabalhadores recrutados, desde o modo de vida dos trabalhadores naquela vila operária, submetidos a uma forma de dominação específica a que não são irrelevantes as próprias idiossincrasias patronais, até determinações econômicas e políticas das indústrias têxteis ao nível nacional onde se destaca a concorrência intraburguesa entre "Sul" e "Norte" (e internamente ao "Norte"), e até as determinações políticas nacionais e estaduais que se sobrepõem ao governo local de fato exercido por aquela companhia têxtil sobre a cidade. O livro baseia-se em material etnográfico coletado entre 1976 e 1983 e também em extensa pesquisa historiográfica.
Partner © 2010 Todos os direitos reservados
Formas de Pagamento